Seja bem vindo(a)!!!!

A Secretaria Municipal de Educação de Santa Maria da Vitória agradece a visita e espera sugestões.


LEMBRETES:

DIRETORES(A)
CUMPRA AS DATAS PREVISTAS!!!!
TRAGA SUA FOLHA DE PAGAMENTO SEMPRE ATE O DIA 20 DE CADA MÊS, EVITANDO MAIORES PROBLEMAS.
FIQUEM ATENTOS AOS PRAZOS DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PDDE/PDE E MAIS EDUCAÇÃO.
O PRAZO DE ENTREGA DA ATA DE RESULTADO FINAL SERÁ ATÉ O DIA 20 DE DEZEMBRO DE CADA ANO.
* O INICIO DE COLETA DE DADOS DO EDUCACENSO 2014 SERÁ DIA 28/05/2014. PROCURE A SECRETARIA DE EDUCAÇÃO.



sexta-feira, 4 de novembro de 2011

EXPOSIÇÃO DE CARRANCAS DO CORRENTE


A secretaria Municipal de Educação Convida todos para a exposição e mostra Audiovisual no Centro de Multiplo Uso nos dia 17 a 19 de Novembro de 2011.


As carrancas Jube, Zumbi, Bitazaro e Melozário - de Francisco Biquiba dy Lafuente Guarany estarão em exposição em Santa Maria da Vitória, de 17 a 19 de novembro na Exposição e Mostra Audiovisual no Centro de Multiplo Uso *Carrancas - A Arte Barranqueira do Mestre Guarany*.

A exposição das carrancas – figuras de proa utilizadas nas embarcações que navegavam o Velho Chico na primeira metade do século XX – quer resgatar uma manifestação singular da arte br
...asileira, encontrada apenas no Rio São Francisco.

O Rio São Francisco – que os indígenas chamam Opará – é também a principal via de comunicação das populações ribeirinhas, sendo sua cultura barranqueira. Na região demarcada pelas corredeiras de Pirapora e a cachoeira de Paulo Afonso, entre as porções mais navegáveis do São Francisco, está a Bacia do Corrente, onde das mãos do carranqueiro Francisco Biquiba dy Lafuente Guarany surgiram as belezas misteriosas das Carrancas.

Contado em verso e prosa por Carlos Drummond de Andrade e Osório Alves de Castro, o Mestre Guarany esculpiu cerca de 80 carrancas até 1940. Destas, quatro estarão em exposição em Santa Maria da Vitória, na Bahia – Jube, Zumbi, Bitazaro e Melozário. Além das esculturas, uma penteadeira feita por Guarany, o banco de trabalho e ferramentas do artista estarão na exposição.

Os mitos e perigos dos rios, as histórias de pescadores, os cantos dos remeiros e as mãos dos escultores com olhares de meio século de história já não são os mesmos, mas a arte das carrancas seus mistérios entre encantos e assombros, permanecem como referência cultural no imaginário dos coletivos locais e regionais.

O diálogo com o universo barranqueiro acontece também com o artista e historiador Jairo Rodrigues, curador da exposição. no painel “A Arte Barranqueira do Mestre Guarany”. E, ainda, no debate sobre “Cinema, música e literatura no Corrente” com a presença do diretor do documentário Carrancas do Corrente, Kéliton Xavier, do historiador Washington Andrade pesquisador da obra do escritor Osório Alves de Castro, e o músico Celo Costa.


Realização - Cine Itinerrante

Veja a programação – http://ccarrancas.wordpress.com/


Programação


17 de novembro/quinta-feira
20:00
Painel de abertura – A arte barranqueira do Mestre Guarany – Jairo Rodrigues – Artista e historiador, curador da exposição
18 de novembro/sexta-feira
9:00 – 12:00 – Exposição aberta ao público
10:00 – 11:00 – Mostra Audiovisual
15:00 – 20:00 – Exposição aberta ao público
16:00 – 17:00 – Mostra Audiovisual
19:00
“Carrancas do Corrente”
Dir: Kéliton Xavier/Doc./30min/Livre
Lançamento                                                                                                                                       “Corrente das águas: o vale en-Cerrado”
Dir: Leandro Caetano/Doc./21min/Livre/2011
20:00 – Debate com diretores.
19 de novembro/sábado
9:00 – 12:00 – Exposição aberta ao público
10:00 – 11:00 – Mostra Audiovisual
15:00 – 18:00 – Exposição aberta ao público
16:00 – 17:00 – Mostra Audiovisual
20:00 – Painel – Cinema, Música e Literatura no Corrente
Celo Costa – Músico
Kéliton Xavier – Cineasta
Washington Andrade – Historiador, pesquisador da obra de Osório Alves de Castro
Local:
Centro de Múltiplo Uso Enéas Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário